Apresentação

Introdução

A Velocidade do Tempo é Infinita


A velocidade do tempo é infinita, e só quando olhamos para o passado, é que temos consciência disso. O tempo ilude quem se aplica ao momento presente, de tal modo é insensível a passagem do seu curso vertiginoso. Queres saber porquê? Porque todo o tempo passado se acumula num mesmo lugar; todo o passado é contemplado em bloco, forma uma totalidade; todo ele se precipita no mesmo abismo. De resto, não é possível delimitar grandes intervalos nesta nossa vida tão breve. A existência humana é um ponto, é menos que um ponto. Só por troça é que a natureza deu a tão diminuta existência a aparência de uma grande duração, dividindo-a em infância, em adolescência, em juventude, em período de transição da juventude à velhice, finalmente em velhice. Tantos períodos num tão exíguo espaço de tempo!

(...) Habitualmente não me parecia tão veloz a passagem do tempo; agora, porém, parece-me incrivelmente rápida, talvez porque sinto aproximar-se o fim, talvez porque passei a dar-lhe atenção e a avaliar o desgaste que em mim provoca.
Por isso mesmo me causa indignação ver como as pessoas gastam em futilidades a maior parte de uma vida que, mesmo dispendida com a maior parcimónia, não seria bastante para as coisas essenciais.

Séneca, in 'Cartas a Lucílio'

Todos que viveram fizeram História! Todos que vivem continuam fazendo a História. Conhecer nossa História equivale a não repetir erros:"Uma Lição para toda Vida".

Dedicatória

Ao meu pai Adolfo Embacher "in memoriam ", com quem aprendi a amar o significado da palavra família , à minha avó Ernestina Wachlinger Embacher, Omama "in memoriam " da qual aprendi através dos seus ensinamentos e de seus olhos azuis, a sentir a paz e determinação, e também a escrever a letra 'A'. Ao meu irmão Airton F. Embacher, pela sua grande sensibilidade, e por ser um grande homem. Aos meus sobrinhos Erick, Kelly, Fábio, Rafael e Daniela Embacher, a quem tanto amo. À Bruna Sanz, Daniel Sanchez, Bruno Sanchez, Luana Sanz e ao primeiro Embacher nascido nesta geração - Felipe Embacher, por serem eles os representantes da 5º geração no Brasil da família. (Arlete Embacher )

A idéia de contar esta história surgiu, quando meu irmão Airton resolveu comemorar os 70 anos de imigração da família Embacher realizando um jantar para este evento em setembro de 1995. Demonstrando com este ato, que tem bem marcado dentro de si, os sentimentos passados por meu pai. O amor à família, as raízes e ao nome. Meu irmão conseguiu sensibilizar a todos com tal gesto, e, portanto nada mais justo, do que passar para o papel tudo aquilo que nós sempre ouvimos quando crianças, para que as lembranças não se percam aos nossos descendentes . Airton e seu filho Rafael Embacher foram em 1995 até Recita (Romênia), visitar e conhecer onde viveram os nossos avós antes de imigrarem para o Brasil. Quero aproveitar para agradecer a participação expressiva e decisiva, de minha tia Fanny Embacher Perrone e prima Sonia Perrone Jeronimo, que tornaram possível a realização deste texto sobre a família Embacher através de seus relatos em 1.995.

 

Assistam a um trecho da Comemoração em família

E a história continua ...

Estamos em dezembro de 2.000 e resolvi continuar a nossa história, pois nossa família além dos Embacher ( lado paterno ), possuem outras famílias que também têm suas histórias, e que foram a semente para a formação desta grande família. Como exemplo,... os Carvalho de Portugal, que deram vida à minha mãe.

Estou falando portanto, dos Maia, Carvalho, Diaz Oliveira, Roza, Perrone, Jerônimo, Perez, Colhado, Ladeira Rosa, Sanchez, Sanz Hernandes, Vasquez Navarro....

Gostaria de agradecer à minha tia Alzira Carvalho Simões, os dados fornecidos sobre a família Maia e Carvalho , pois sem dúvida alguma foi ela a memória viva deste relato sobre as duas famílias. Seria impossível a realização do texto sem a sua ajuda e a precisão de sua memória , foi algo impressionante. ( Arlete Embacher - dezembro de 2.000 ).

... continuando 1 ...

Estamos em fevereiro de 2.006 e resolvi continuar a nossa história, porque nossa família a partir desse mês aumentou. Nasceu o Gabriel Embacher no dia 18. Um bebê lindo e que será sem dúvida alguma o melhor amigo do Felipe. Foi festa e alegria para todos da família, principalmente para a bisavó "Nena" , que desde maio de 2005 está tendo problemas sérios de saúde, e para surpresa geral está demonstrando uma garra, amor a vida e principalmente um bom humor que está servindo de exemplo para todos nós. Recém-saída do Hospital, e sabendo do nascimento de mais um bisneto fez questão que a levassemos à maternidade. Veja abaixo a foto dela com Gabriel.

 

... continuando 2 ...

Estamos em 2014, faço uma pausa para relatar o nascimento de mais um sobrinho neto o Pedro Embacher Sanz, filho de Eduardo Sanz e Kelly Embacher Sanz no dia 14/01/2014. Veja vídeo abaixo em homenagem ao mais novo membro do clã. LINDO!!

" Vivemos hoje o que construímos no passado, que no futuro possamos nos orgulhar do passado que estamos construindo hoje."
Autor desconhecido